INCANDEIA INCANDEIA

#CRÔNICA

PAGODE

#TIRINHA

PARTIDO ALTO

#ENTREVISTA #ARTIGO #MATÉRIA

SAMBA CANÇÃO

#ILUSTRAÇÃO

Selfie, esse perigo

5 de agosto de 2017  por Aline Dias  , ,   nenhum comentário


O casal chega no paraíso mais bonito do que a média. Estão a dois meses do casório. Se olham com carinho, arranjam enfeites imaginários nas trilhas, cuidam de impressionar um ao outro. Fazem fotos. Fazem selfie.
Praia e outra, paraíso a paraíso, decidem de novo o já decidido: se amar na saúde, na riqueza e na alegria. Mostram o amor com gestos e dinheiros. São felizes de pré-lua-de-mel.
Um dia, o casal na praia descobre o perigo das fotografias. Saem com duas toalhas do hotel e não reparam a mulher no barco antes do grito. A mulher também estava no paraíso, porém sozinha. A noiva ouve o bambear e o começo da queda, o noivo vê que o pé afunda barco abaixo, encharcado de sangue e sal.
A mulher capota feito uma jaca madura, celular em punho, mar no fundo, cenário perfeito. Noivo e noiva não sabem se o clique foi feito, mas preocupam-se em ser heroicos. A noiva oferece a toalha, o homem cuida do pé da mulher ferida, põe o osso no lugar, estanca o sangue, enrola a toalha para imobilizá-la.
Voltam ao hotel e avisam que a toalha ficou com a senhora que quebrou o pé para fazer uma Selfie dentro de um barco abandonado. É cada coisa que esse povo faz pra fazer Selfie! Riem um para o outro o riso de quem não precisa mostrar nas redes a felicidade ao lado.

#compartilheTweet about this on TwitterEmail to someoneShare on Facebook
Demasiado humano
Stand Up Tragedy

Samba às segundas. Aline Dias, quando acorda, olha no espelho e pensa que é sorte ter um pele de pêssego. No samba, ela roda afinadinho, que tem saia, tem sandália de prata, tem rebolado, e um bocado de tristeza senão não se faz um samba, não. Aline gosta mesmo é de gente - e a ternura está em todo lugar, meu bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *